Resenha: Suzy e as águas-vivas – Ali Benjamin

Esse é um livro cuja capa me chamou atenção e a história não deixou a desejar. A leitura foi repleta de surpresas, descobertas, algumas lágrimas e vários sorrisos. Espero conseguir passar um pouco do que senti com esse livro através da resenha! É uma história sobre um assunto triste, mas nem por isso deixa de ser uma leitura leve. Se eu tivesse que resumir o livro em poucas palavras, seriam: Sensível, delicado e muito fofo.

IMG_20170430_124152504

Suzy Swanson está muito abalada com a morte de Franny Jackson. Sua mãe disse que coisas assim simplesmente acontecem, mas Suzy não consegue aceitar. Ela acredita que deve existir uma explicação para o que aconteceu, afinal, Franny era uma nadadora incrível.

Suzy adora biologia. Ela tem conhecimento sobre coisas que pessoas comuns não fazem nem ideia! Ela sabe, por exemplo, que ocorrem 150 milhões de picadas de águas vivas no mundo por ano e está plenamente convencida que uma água viva foi responsável pelo afogamento de Franny. Suzy não vai parar enquanto não conseguir provar isso de alguma forma, nem que para concretizar sua hipótese precise atravessar o mundo para se encontrar com um pesquisador de águas vivas.

A morte de Franny tem um impacto tão grande sobre Suzy, que a menina decide não falar. E esse silêncio só faz com que a dor da perda cresça em seu peito a cada dia.

Enquanto junta fatos para provar sua teoria, Suzy vai conhecer coisas incríveis sobre o universo e perceber que o mundo ainda lhe reserva grandes surpresas.

Suzy e as águas vivas (2)

Suzy e as águas vivas é um livro extremamente delicado que trata sobre amor, amizade, dor e perda. Suzy é uma menina sensível e retraída, que tem dificuldade em expor seus sentimentos e prefere se resguardar em silêncio enquanto sofre.

Antes mesmo da morte de Franny, Suzy já estava passando por um período complicado em sua vida. Mesmo com a pouca idade, ela teve que superar a separação dos pais, a ida do irmão para a faculdade e agora a perda de uma pessoa que ela considerava sua melhor amiga. É um fardo muito grande pra suportar, principalmente quando se é tão jovem.

IMG_20170430_124131802

Ali Benjamin tem uma escrita muito delicada e leve. O livro fluiu muito bem para mim! Através de flashbacks vamos conhecendo a história de Suzy e como as coisas realmente aconteceram. No fim, compreendemos bem cada pedacinho da história. Pra mim, a narrativa não teve pontas soltas, é tudo muito bem entrelaçado.
O livro tem várias curiosidades interessantes sobre ciências! Eu sempre gostei muito dessas coisas, então considero esses detalhes um ponto alto do livro.

Suzy e as águas vivas

Também gostei muito da diagramação, tanto da fonte que usaram nos títulos de cada capítulo, quanto nos desenhos de águas-vivas que aparecem nas divisórias do livro, já que ele é dividido em partes, como um projeto científico. Fora a capa, que é muito linda! Adorei a mistura de verde com azul.

Suzy e as águas vivas livro

Acho que esse é um livro muito interessante porque trata de maneira sensível um assunto tão doloroso. Afinal, só quem perdeu alguém muito querido tem noção do quanto é difícil superar e principalmente aceitar. A morte é uma coisa obscura, cujas explicações nunca parecem ser realmente suficientes. E é por isso que Suzy teve tanta dificuldade em entender, afinal ela sempre gostou da precisão da ciência.
Durante a leitura, acompanhamos Suzy em cada parte do luto. É um caminho doloroso, mas também cheio de descobertas. A morte é um fim, mas nem por isso precisa ser um ponto final. Ela também pode significar um recomeço.

Livro Suzy e as águas vivas

Suzy é uma narradora maravilhosa que consegue prender o leitor com facilidade. É como se ela pegasse na nossa mão e não soltasse até o desfecho. Suas descobertas e aventuras se tornam também as nossas. Me senti sua companheira de jornada e a experiência foi muito válida.

Esse é um livro que recomendo pra praticamente qualquer pessoa. Talvez ele te arranque algumas lágrimas, mas tenho certeza que também te despertará sorrisos.

Definitivamente essa é uma leitura que me acrescentou e eu espero que te acrescente também!

Suzy e as águas vivas ali benjamin

Ficha técnica:

Título: Suzy e as águas-vivas

Autora: Ali Benjamin

Editora: Verus

Páginas: 223

Nota: 4,5/5

*Leitura coletiva de abril do grupo Amores Literários #lcamoresliterários

Resenha: A Cor Púrpura – Alice Walker

Terminei a leitura de A cor púrpura no meio de fevereiro e até hoje não tinha criado coragem para fazer essa resenha. Por quê? Porque me faltam palavras para descrever a grandiosidade desse livro. Mas reuni forças e coragem, espero conseguir passar um pouquinho do que senti com essa história para vocês!

IMG_20170308_102803125_HDR

Celie é uma das personagens mais guerreiras que eu tive o prazer de conhecer. Sua vida não foi nada fácil. Ela sofreu todo o tipo de abuso em casa, onde deveria ter proteção. E mais tarde, quando se casou, sofreu mais um bocado. Pesado, sim. E eu nem comecei a contar.

Ela  se casa com um homem mesquinho chamado Albert e durante todo o livro Celie o chama de Sinhô. Mas porque não chamá-lo pelo nome se ela era sua esposa? Simplesmente porque Celie não se sentia assim. Ela se sentia inferior, pois durante toda sua vida ela foi tratada dessa forma.

IMG_20170308_102933128_HDR

A Cor Púrpura é uma história bem triste. Triste mesmo, do tipo que causa dor na alma. Você deve estar pensando… “Nossa, então porque você quer que eu leia esse livro tão dolorido?”

Simplesmente por que quero que você conheça uma personagem que tem uma força tão grande que vai te fortalecer também, confie em mim.

Celie escreve cartas para Deus. E tempos depois, escreve cartas para sua irmã Nettie. O livro é assim, uma constante troca de cartas. Há quem torça o nariz para histórias contadas dessa forma, mas A Cor Púrpura passa longe da monotonia e foge dos clichês de livros do tipo.

IMG_20170308_103035516_HDR

Alice Walker publicou esse livro em 1983… Se hoje a mensagem ainda é tão impactante, não consigo nem imaginar como foi naquela época.

A Cor Púrpura foi adaptado para o cinema em 1985, num filme dirigido por Steven Spielberg com Whoopi Goldberg interpretando o papel principal, Celie.

thecolourpurple_2248424b

O livro foi premiado com o Pulitzer na época em que foi lançado e mesmo após mais de 30 anos de sua publicação, permanece conquistando uma legião de fãs. O que só mostra o quanto a história é atemporal e realmente grandiosa.

IMG_20170308_102842892_HDR

Vale comentar aqui que as cartas de Celie tem uma série de erros de ortografia. Tal aspecto me chamou a atenção logo no início da leitura… Mas eu entendi que essa foi uma estratégia de Alice Walker para mostrar mais uma das faltas de oportunidade de Celie. A de não ter tido a chance de ter uma educação formal.

Além disso o livro é recheado de outros personagens secundários bem interessantes! Principalmente Shug Avery, que vai promover uma série de transformações em Celie. Outros personagens destaque são Nettie, irmã de Celie, Harpo, filho de Sinhô e Sofia, mulher de Harpo. Sofia é outra personagem maravilhosa que eu tenho certeza que vocês vão gostar!

IMG_20170308_102902203_HDR

Não quero revelar muitos detalhes do enredo para não dar nenhum spoiler! E também não vou dizer porque o livro tem esse nome, porque essa revelação é muito legal no meio da história. Mas, resumindo: A Cor Púrpura vai girar em torno da vida de Celie, seu sofrimento, seu aprendizado e suas descobertas. E acreditem, é fascinante.
Mesmo que o livro tenha partes bem tristes, ele vai te arrancar alguns sorrisos pelo caminho! Se ainda não te convenci, faço um apelo direto: Leia! E depois volta aqui para me dizer o que achou.

Livro lido, resenha feita. Agora eu finalmente posso conhecer minha Celie do filme, a Whoopi Goldberg e me encantar com essa história novamente.

Quando eu assistir, volto com a resenha para vocês!

Até mais!

IMG_20170308_102811377_HDR

 

Ficha técnica

Título: A cor púrpura
Autora: Alice Walker
Editora: José Olympio

Nota:
5 estrelas + favoritado.

Pets – A Vida Secreta dos Bichos (2016)

Uma animação para quem ama animais

S

Sinopse: Max, um cachorro que mora em um apartamento em Manhattan e Duke, um vira-lata adotado por sua dona, precisam deixar as diferenças de lado para impedir o plano do coelho Snowball e seu exército de animais abandonados: se vingar de todos aqueles que tem dono.

Quando saiu o trailer de Pets fiquei super animada para assistir o filme! Sou apaixonada por animais, especialmente cachorros, e fiquei curiosa com a proposta do filme que foi mostrada no trailer.

Eu não tinha lido a sinopse, então pensei que o foco do filme seria mostrar o que se passa na cabeça dos bichinhos quando os donos saem de casa (pois é o que combina mais com o subtítulo do filme, a meu ver). Mas, na verdade, esse é apenas o começo da história.

pets-a-vida-secreta-dos-bichos-criança-brinca-com-cachorros

A maior parte do filme é focada no conflito de Max e Duke com o coelho Snowball e sua gangue de animais abandonados. Apesar de ter fugido a minha expectativa inicial, achei o filme fofo!

cena-do-filme-pets-a-vida-secreta-dos-bichos-1467925533962_956x500

A dublagem é de qualidade e as piadas são oportunas! Apesar do enredo simples, a história consegue prender a atenção do expectador.  Além disso, os bichinhos são extremamente carismáticos, destaque para a cadelinha Gigi que é uma fofura em forma de pelos!

Vale destacar também as cenas do Max com sua dona Katie, que são uma gracinha. Os roteiristas conseguiram demonstrar muito bem o sincero amor que o cãozinho sente pelo dono! Não vou entrar em detalhe sobre o desenrolar da história para não perder a graça da surpresa. Acho que Pets é um filme daqueles que você deve assistir o mais “cru” possível para aproveitar melhor a experiência.

Max-and-Katie-Secret-Life-of-Pets-e1467905739412

As crianças certamente vão se divertir, porque o filme é voltado para elas.Talvez eu tenha gostado bastante do filme por adorar animais, então, se você também gosta, acredito que vai curtir o filme também! Agora, se você não é o mais chegado a animais fofinhos, talvez o filme não te encante tanto.

1454083761-305365497

Aproveitem que o filme ainda está em cartaz nos cinemas e assistam!  Pra mim, Pets é um bom filme para passar o tempo e se divertir. Eu recomendo!

Ficha Técnica:

Direção – Chris Renaud e Yarrow Cheney

Produtora: Illumination Entertainment

Duração: 102 minutos