Resenha: Paris para um e outros contos – Jojo Moyes

Paris para um e outros contos é uma coletânea de 10 diferentes histórias. Nesse livro eu descobri inúmeras facetas da Jojo Moyes e adorei! Ri, me diverti e também me emocionei.

Paris para um e outros contos Jojo Moyes

Paris para um é o conto principal e também o maior deles, com 87 páginas. Nesse conto conhecemos Nell, uma jovem que planeja um final de semana romântico em Paris com o namorado que desiste de acompanhá-la no dia do embarque. Nell, que sempre foi muito medrosa, a princípio fica sem reação e não sabe o que fazer. Ela estava sozinha em Paris e seu francês não era dos melhores… Mas espera ai, ela estava sozinha em Paris! De repente, constatar isso causa um estalo e ela resolve aproveitar essa viagem de um jeito único! E o resto vocês vão ter que ler para descobrir. Esse conto é um dos mais fofos do livro! Eu adorei acompanhar o crescimento da Nell e fiquei louca para dar uma voltinha em Paris com ela!

IMG_20170510_153726767_HDR
Os outros 9 contos são mais curtos, mas eu destaco aqui: “Tarde de amor”, que conta a história de um casal que já convive junto a algum tempo e resolvem sair da rotina se dando de presente um dia romântico num hotel. – Não sou casada, mas acho que esse conto tem uma veracidade impressionante. Gostei muito!

Sapatos de couro de crocodilo: Sam tem a bolsa trocada na academia e descobre que seus sapatos confortáveis foram substituídos por um par de saltos super altos. – Esse é super divertido! Gostei demais dos acontecimentos causados pelo Loubotin.

O casaco do ano passado: Evie deseja ardentemente um casaco novo, mas ele está fora do orçamento familiar, então diariamente ela fica namorando o casaco na vitrine. – Super delícia de ler! O final desse é de aquecer o coração!

A lista de Natal: Foi dada a Chrissie a tarefa de comprar os presentes da lista de natal, mas no decorrer dessa tarefa ela percebe que sua vida não é tão legal quanto parece. – Incrível! Achei esse conto de uma sinceridade impressionante, do tipo que tira a gente do lugar. Nunca aceite ser infeliz. A vida é muito preciosa para não aproveitá-la.

IMG_20170510_160234429_HDR-2Lua de mel em Paris conta simultaneamente a história de dois casais. Liv e David estão em Paris em 2002 e Edouard e Sophie em 1912. Apesar da diferença de quase um século, os casais tem mais em comum do que podemos imaginar.
Fiquei sabendo que esses dois casais são personagens do livro A garota que você deixou para trás! Ainda não li o livro, mas achei muito interessante que a Jojo tenha contado um período diferente dos seus personagens em uma outra história. Inclusive acho que ela poderia fazer isso com a Lou e o Will. Eu ia amar!

IMG_20170510_153305735-2

Vi algumas críticas bastante negativas sobre esse livro, mas sinceramente eu gostei bastante dele como um todo! Alguns contos são sim mais cativantes e bem aprofundados, como o primeiro, pelo grande número de páginas, mas no geral acho que todos tem uma mensagem muito bacana. Acredito a experiência de leitura será diferente para cada um, de acordo com as próprias experiências de vida.
IMG_20170510_160331250-3

Gostei muito da diagramação do livro! A capa branquinha com os detalhes em azul e vermelho ficaram uma graça! A fonte e a ilustração seguem o padrão dos outros livros da autora publicados pela Intrínseca. Cada conto vem com uma “capa” com uma ilustração diferente combinado com a história. Essa divisão facilita bastante para quem quer ler um conto por vez, ou até mesmo fora de ordem, como eu fiz!

Pra mim, foi uma leitura leve, fluida e muito divertida! Recomendo que não se deixe levar por opiniões negativas e se dê uma chance de conhecer essas histórias com seus próprios olhos! Eu recomendo bastante e acredito que vocês vão se identificar com pelo menos um desses contos!

Ficha técnica:

Título: Paris para um e outros contos
Autora: Jojo Moyes
Editora: Intrínseca
Páginas: 240
Nota: 4,5/5

Leiam um trecho do livro aqui.

Se já tiverem lido, deixem um comentário dizendo o que acharam da leitura!

Até a próxima, pessoal!

Acompanhem o blog também no instagram. Tem post novo todos os dias!

 

Resenha: Suzy e as águas-vivas – Ali Benjamin

Esse é um livro cuja capa me chamou atenção e a história não deixou a desejar. A leitura foi repleta de surpresas, descobertas, algumas lágrimas e vários sorrisos. Espero conseguir passar um pouco do que senti com esse livro através da resenha! É uma história sobre um assunto triste, mas nem por isso deixa de ser uma leitura leve. Se eu tivesse que resumir o livro em poucas palavras, seriam: Sensível, delicado e muito fofo.

IMG_20170430_124152504

Suzy Swanson está muito abalada com a morte de Franny Jackson. Sua mãe disse que coisas assim simplesmente acontecem, mas Suzy não consegue aceitar. Ela acredita que deve existir uma explicação para o que aconteceu, afinal, Franny era uma nadadora incrível.

Suzy adora biologia. Ela tem conhecimento sobre coisas que pessoas comuns não fazem nem ideia! Ela sabe, por exemplo, que ocorrem 150 milhões de picadas de águas vivas no mundo por ano e está plenamente convencida que uma água viva foi responsável pelo afogamento de Franny. Suzy não vai parar enquanto não conseguir provar isso de alguma forma, nem que para concretizar sua hipótese precise atravessar o mundo para se encontrar com um pesquisador de águas vivas.

A morte de Franny tem um impacto tão grande sobre Suzy, que a menina decide não falar. E esse silêncio só faz com que a dor da perda cresça em seu peito a cada dia.

Enquanto junta fatos para provar sua teoria, Suzy vai conhecer coisas incríveis sobre o universo e perceber que o mundo ainda lhe reserva grandes surpresas.

Suzy e as águas vivas (2)

Suzy e as águas vivas é um livro extremamente delicado que trata sobre amor, amizade, dor e perda. Suzy é uma menina sensível e retraída, que tem dificuldade em expor seus sentimentos e prefere se resguardar em silêncio enquanto sofre.

Antes mesmo da morte de Franny, Suzy já estava passando por um período complicado em sua vida. Mesmo com a pouca idade, ela teve que superar a separação dos pais, a ida do irmão para a faculdade e agora a perda de uma pessoa que ela considerava sua melhor amiga. É um fardo muito grande pra suportar, principalmente quando se é tão jovem.

IMG_20170430_124131802

Ali Benjamin tem uma escrita muito delicada e leve. O livro fluiu muito bem para mim! Através de flashbacks vamos conhecendo a história de Suzy e como as coisas realmente aconteceram. No fim, compreendemos bem cada pedacinho da história. Pra mim, a narrativa não teve pontas soltas, é tudo muito bem entrelaçado.
O livro tem várias curiosidades interessantes sobre ciências! Eu sempre gostei muito dessas coisas, então considero esses detalhes um ponto alto do livro.

Suzy e as águas vivas

Também gostei muito da diagramação, tanto da fonte que usaram nos títulos de cada capítulo, quanto nos desenhos de águas-vivas que aparecem nas divisórias do livro, já que ele é dividido em partes, como um projeto científico. Fora a capa, que é muito linda! Adorei a mistura de verde com azul.

Suzy e as águas vivas livro

Acho que esse é um livro muito interessante porque trata de maneira sensível um assunto tão doloroso. Afinal, só quem perdeu alguém muito querido tem noção do quanto é difícil superar e principalmente aceitar. A morte é uma coisa obscura, cujas explicações nunca parecem ser realmente suficientes. E é por isso que Suzy teve tanta dificuldade em entender, afinal ela sempre gostou da precisão da ciência.
Durante a leitura, acompanhamos Suzy em cada parte do luto. É um caminho doloroso, mas também cheio de descobertas. A morte é um fim, mas nem por isso precisa ser um ponto final. Ela também pode significar um recomeço.

Livro Suzy e as águas vivas

Suzy é uma narradora maravilhosa que consegue prender o leitor com facilidade. É como se ela pegasse na nossa mão e não soltasse até o desfecho. Suas descobertas e aventuras se tornam também as nossas. Me senti sua companheira de jornada e a experiência foi muito válida.

Esse é um livro que recomendo pra praticamente qualquer pessoa. Talvez ele te arranque algumas lágrimas, mas tenho certeza que também te despertará sorrisos.

Definitivamente essa é uma leitura que me acrescentou e eu espero que te acrescente também!

Suzy e as águas vivas ali benjamin

Ficha técnica:

Título: Suzy e as águas-vivas

Autora: Ali Benjamin

Editora: Verus

Páginas: 223

Nota: 4,5/5

*Leitura coletiva de abril do grupo Amores Literários #lcamoresliterários

Resenha: O caso dos dez negrinhos – Agatha Christie

Livro: O Caso dos 10 negrinhos (E não sobrou nenhum)
Autora: Agatha Christie
Páginas: 258
Editora: Circulo do Livro
Nota: 5/5

17887263_1408594592530732_596341586_o

O livro, publicado em 1939, é considerado uma das melhores histórias escritas pela rainha do crime. Prova disso é que o livro já foi adaptado inúmeras vezes para fimes e peças de teatro e é a obra mais vendida da autora.

Confesso que as expectativas eram altas e posso admitir que após concluir a leitura elas foram devidamente superadas. O livro é bom mesmo e o final é espetacular! Sabem quando a gente termina um livro e fica pensando: caramba… Então, foi assim que eu fiquei.  Certamente esse é um livro que vou guardar com carinho e reler daqui há alguns anos.

17858782_1408594675864057_276373604_o

O Caso dos dez negrinhos gira em torno de uma “reunião” realizada na Ilha do Negro, organizada pelo misterioso U.N.Owen. O nosso personagem misterioso envia cartas para 10 pessoas convocando-as para passarem alguns dias na ilha, cada carta tem uma especificação diferente, de modo a se encaixar com os destinatários em questão. Essas pessoas partem de boa vontade para a ilha, aguardando mais orientações de U.N Owen.

Na primeira noite na casa, na hora do jantar, são surpreendidos com uma misteriosa voz, vinda de um disco, contando um segredo de cada pessoa presente no recinto. É pra arrepiar os cabelos da nuca, não é? E é exatamente isso que acontece. Os convivados ficam assustados e querem sair da ilha o mais rápido possível. O problema é que a única maneira de sair de lá é de barco, e convenientemente nenhum barco está disponível para os visitantes. Quando eles descobrem isso, o resultado é o já esperado: Pânico, muitas suspeitas e é claro, mortes muito misteriosas.

17902178_1408594845864040_1894949956_o

A história é toda entrelaçada com um poema infantil que conhecemos logo nas primeiras páginas do livro. Esse poema está na casa, ao alcance de todos os envolvidos:

“Dez negrinhos vão jantar enquanto não chove; Um deles se engasgou e então ficaram nove. Nove negrinhos sem dormir: não é biscoito! Um deles cai no sono, e então ficaram oito. Oito negrinhos vão a Devon de charrete; Um não quis mais voltar, e então ficaram sete. Sete negrinhos vão rachar lenha, mas eis Que um deles se corta, e então ficaram seis. Seis negrinhos de uma colméia fazem brinco; A um pica uma abelha, e então ficaram cinco. Cinco negrinhos no foro, a tomar os ares; Um ali foi julgado, e então ficaram dois pares. Quatro negrinhos no mar; a um tragou de vez. O arenque defumado, e então ficaram três. Três negrinhos passeando no Zoo. E depois? O urso abraçou um, e então ficaram dois. Dois negrinhos brincando ao sol, sem medo algum; Um deles se queimou, e então ficou só um. Um negrinho aqui está a sós, apenas um; Ele então se enforcou, e não ficou nenhum.”

Esses dez negrinhos estão na mesa da sala na forma de figuras de porcelana, e o que acontece com eles no decorrer do livro é no mínimo intrigante!

17859026_1408594735864051_2092540511_o

A medida em que as coisas vão acontecendo, os personagens restantes vão ficando cada vez mais angustiados, e nós leitores também! Quando engatei no livro não quis mais parar de ler. Eu até tentei adivinhar o suspeito, mas é tudo tão bem entrelaçado que eu não consegui. Isso não me chateia, só reforça o quanto a Agatha é genial.

Se você gosta de um bom romance policial e ainda não leu esse livro, leia! Tenho certeza que você será fisgado pelo mistério, traçará inúmeras hipóteses e no final será arrebatado como eu fui!

Essa foi a primeira leitura do desafio #AgathaChristieTEL
A ideia do projeto é conhecer um pouco da obra de Agatha Christie a cada ano, sendo que em 2017 leremos 12 livros da autora!

17918294_1408594629197395_904361187_n

Nessa imagem vocês podem ver os títulos selecionados! A ideia é continuar lendo os livros da autora nos próximos anos, já que ela tem mais 70 livros publicados! É um projeto pra vida, rs.

Espero que tenham gostado da resenha e ficado animados para conhecerem essa história! Reforço minha recomendação e garanto que não será tempo perdido!

Enaosobrounenhum.jpgPs. O livro mudou de nome por conta de polêmicas sobre racismo. Agora é vendido como E não sobrou nenhum, mas a história é a mesma.

Ps.2 Minha edição é muito antiga, quase da época do lançamento do livro. Tenho um carinho especial por ela! A edição mais recente que encontrei na internet é da Globo Livros com essa capa linda aqui do lado!

Até a próxima resenha pessoal!