Resenha: O caso dos dez negrinhos – Agatha Christie

Livro: O Caso dos 10 negrinhos (E não sobrou nenhum)
Autora: Agatha Christie
Páginas: 258
Editora: Circulo do Livro
Nota: 5/5

17887263_1408594592530732_596341586_o

O livro, publicado em 1939, é considerado uma das melhores histórias escritas pela rainha do crime. Prova disso é que o livro já foi adaptado inúmeras vezes para fimes e peças de teatro e é a obra mais vendida da autora.

Confesso que as expectativas eram altas e posso admitir que após concluir a leitura elas foram devidamente superadas. O livro é bom mesmo e o final é espetacular! Sabem quando a gente termina um livro e fica pensando: caramba… Então, foi assim que eu fiquei.  Certamente esse é um livro que vou guardar com carinho e reler daqui há alguns anos.

17858782_1408594675864057_276373604_o

O Caso dos dez negrinhos gira em torno de uma “reunião” realizada na Ilha do Negro, organizada pelo misterioso U.N.Owen. O nosso personagem misterioso envia cartas para 10 pessoas convocando-as para passarem alguns dias na ilha, cada carta tem uma especificação diferente, de modo a se encaixar com os destinatários em questão. Essas pessoas partem de boa vontade para a ilha, aguardando mais orientações de U.N Owen.

Na primeira noite na casa, na hora do jantar, são surpreendidos com uma misteriosa voz, vinda de um disco, contando um segredo de cada pessoa presente no recinto. É pra arrepiar os cabelos da nuca, não é? E é exatamente isso que acontece. Os convivados ficam assustados e querem sair da ilha o mais rápido possível. O problema é que a única maneira de sair de lá é de barco, e convenientemente nenhum barco está disponível para os visitantes. Quando eles descobrem isso, o resultado é o já esperado: Pânico, muitas suspeitas e é claro, mortes muito misteriosas.

17902178_1408594845864040_1894949956_o

A história é toda entrelaçada com um poema infantil que conhecemos logo nas primeiras páginas do livro. Esse poema está na casa, ao alcance de todos os envolvidos:

“Dez negrinhos vão jantar enquanto não chove; Um deles se engasgou e então ficaram nove. Nove negrinhos sem dormir: não é biscoito! Um deles cai no sono, e então ficaram oito. Oito negrinhos vão a Devon de charrete; Um não quis mais voltar, e então ficaram sete. Sete negrinhos vão rachar lenha, mas eis Que um deles se corta, e então ficaram seis. Seis negrinhos de uma colméia fazem brinco; A um pica uma abelha, e então ficaram cinco. Cinco negrinhos no foro, a tomar os ares; Um ali foi julgado, e então ficaram dois pares. Quatro negrinhos no mar; a um tragou de vez. O arenque defumado, e então ficaram três. Três negrinhos passeando no Zoo. E depois? O urso abraçou um, e então ficaram dois. Dois negrinhos brincando ao sol, sem medo algum; Um deles se queimou, e então ficou só um. Um negrinho aqui está a sós, apenas um; Ele então se enforcou, e não ficou nenhum.”

Esses dez negrinhos estão na mesa da sala na forma de figuras de porcelana, e o que acontece com eles no decorrer do livro é no mínimo intrigante!

17859026_1408594735864051_2092540511_o

A medida em que as coisas vão acontecendo, os personagens restantes vão ficando cada vez mais angustiados, e nós leitores também! Quando engatei no livro não quis mais parar de ler. Eu até tentei adivinhar o suspeito, mas é tudo tão bem entrelaçado que eu não consegui. Isso não me chateia, só reforça o quanto a Agatha é genial.

Se você gosta de um bom romance policial e ainda não leu esse livro, leia! Tenho certeza que você será fisgado pelo mistério, traçará inúmeras hipóteses e no final será arrebatado como eu fui!

Essa foi a primeira leitura do desafio #AgathaChristieTEL
A ideia do projeto é conhecer um pouco da obra de Agatha Christie a cada ano, sendo que em 2017 leremos 12 livros da autora!

17918294_1408594629197395_904361187_n

Nessa imagem vocês podem ver os títulos selecionados! A ideia é continuar lendo os livros da autora nos próximos anos, já que ela tem mais 70 livros publicados! É um projeto pra vida, rs.

Espero que tenham gostado da resenha e ficado animados para conhecerem essa história! Reforço minha recomendação e garanto que não será tempo perdido!

Enaosobrounenhum.jpgPs. O livro mudou de nome por conta de polêmicas sobre racismo. Agora é vendido como E não sobrou nenhum, mas a história é a mesma.

Ps.2 Minha edição é muito antiga, quase da época do lançamento do livro. Tenho um carinho especial por ela! A edição mais recente que encontrei na internet é da Globo Livros com essa capa linda aqui do lado!

Até a próxima resenha pessoal!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s