[Resenha] Justin – Gauthier

Justin Gauthier

Na aula de educação física no colégio, quando o professor pede para a turma se dividir entre 2 equipes, sendo uma de meninos e outra de meninas, Justine fica no meio. Apesar de ter nascido com corpo de menina, Justine sente que não pertence a esse gênero e acha que todo mundo também sabe disso, mas seus pais não conseguem compreender o que Justine sente.

Justin Gauthier

Ao longo de sua infância, adolescência e início da vida adulta, Justine sobre com bullying constante e questionamentos insistentes sobre seu comportamento e sua aparência.

Numa jornada permeada por percalços e muitas descobertas, Justine encontrará sua verdadeira identidade como Justin.

Justin Gauthier

Através de um traço simples aliado a um texto que conversa com o leitor, Gauthier consegue em poucas páginas apresentar uma história interessante sobre transexualidade e os preconceitos que cercam o tema.

Como a Graphic Novel tem apenas 104 páginas e poucos diálogos, não há um grande aprofundamento nessa história, mas mesmo resumido, o conteúdo consegue passar a importante mensagem do respeito e da aceitação.

Justin Gauthier

Quando Justine nasceu, na década de 80, pouco se sabia sobre transexualidade. Hoje, quase quarenta anos depois, existe a informação, mas o tema ainda é um tabu, porque muitos optam por fechar os olhos sobre as questões de gênero.

Não há idade para conhecer e entender “Justin”. Afinal de contas, é de pequeno que se aprende a não compactuar com o preconceito e nunca se é velho demais para aprender a respeitar as diferenças entre os seres humanos.

Justin Gauthier

Ficha técnica: Resenha

Título: Justin

Autora: Gauthier

Editora: Nemo

Páginas: 104p.

Nota: 4/5

Veja a página do livro no Skoob.

Leia um trecho do livro aqui.

Ficou interessado em ler Justin? Veja as opções de compra nos links abaixo:

Amazon

Submarino

Ao comprar no link comissionado Amazon, você ajuda na manutenção do blog!

Anúncios

[Resenha] Kobane Calling – Zerocalcare

Kobane Calling é uma Graphic Novel que conta um outro lado dos conflitos que acontecem nos confins da Turquia e Síria. Kobani é a principal cidade curda situada na Síria, onde um exército de mulheres luta para combater o avanço do Estado Islâmico. Não são apenas as mulheres que lutam por Kobani, mas eu fiquei impressionada de ver a organização e a força dessas mulheres numa sociedade tão opressora.

Kobane Calling

Capa de Kobane Calling

Zerocalcare foi parar em Kobani a serviço de um jornal da Itália. Através dos seus desenhos, o quadrinista italiano conseguiu transmitir um relato complexo e detalhado que contradiz os relatos simplificados que a grande mídia mostra sobre essa guerra devastadora que já ceifou a vida de  tanta gente.

Kobane Calling Graphic Novel

Detalhes da edição de Kobane Calling

Confesso que pouco sabia (e ainda pouco sei) sobre as questões da guerra civil síria. Vivemos no mesmo planeta, mas nossas realidades são tão distintas que não parecemos habitar a mesma Terra. É duro ver que o ser humano ainda não conseguiu aprender que a ganância, o egoísmo e a intolerância só geram dor e causam a morte de pessoas inocentes. E é muito triste perceber que basta você nascer no “lugar errado”, para não ter direito a viver em paz e ter a liberdade de ir e vir.

Graphic Novel Kobane Calling

Detalhes da Graphic Novel Kobane Calling

Mesmo sendo uma história sobre uma zona de conflito, Kobane Calling é uma GN com partes muito bem humoradas, que eu confesso que me arrancaram boas risadas! Já em outras cenas, meus olhos se encheram de lágrimas. O quadrinista italiano sabe fazer humor e também sabe emocionar, além de ter um traço incrível e cheio de detalhes, que traz o leitor para dentro da história.

Graphic Novel Kobane Calling

Verso da Graphic Novel Kobane Calling

Apesar da riqueza de informações sobre os conflitos apresentada nessa obra, eu não posso dizer que agora sei tudo sobre o Estado Islâmico ou o povo curdo. O buraco é bem mais profundo do que podemos imaginar ou uma história em quadrinhos pode contar. Mas Kobane Calling me proporcionou um bom conhecimento geral sobre o conflito e me abriu os olhos o suficiente para enxergar e ouvir o clamor de Kobani.

Espero que essa história consiga ganhar o mundo e abrir outros olhos!

Ficha técnica: Resenha

Título: Kobane Calling

Autor: Zerocalcare

Editora: Nemo

Páginas: 272

Nota: 4,5/5

Veja a página do livro no Skoob.

Ficou interessado? Você pode comprar a Graphic Novel nos sites abaixo:

Amazon

Submarino

Livraria da Folha

Ps. Ao comprar pelo link comissionado da Amazon, você ajuda na manutenção do blog/ig.